fbpx
Métodos de controle de pragas: o guia completo!

Métodos de controle de pragas: o guia completo!

Agrotech 30 de jun de 2023
Mariana
Postado por: Mariana Soares

O controle de pragas é um método eficaz de combater os seres que colocam plantações inteiras em risco

Neste artigo, você entenderá como o controle de pragas funciona na prática. 

Saiba mais sobre os tipos de pragas e os métodos tecnológicos e químicos que podem ser utilizados. 

Além disso, também te explicamos como monitorar as pragas do jeito certo.

Boa leitura!

O que é o controle de pragas na agricultura?

O controle de pragas é uma prática para evitar que insetos se espalhem por todo o plantio, destruam as folhas e transmitam doenças

Infelizmente, não há local melhor para a alimentação de cochonilhas e ácaros rajados do que uma plantação. 

E o pior: eles nunca aparecem sozinhos. Por isso, é importante ter atenção aos primeiros focos, já que pode-se surgir verdadeiros enxames de pragas.

Se as plantas não forem cuidadas com os métodos de controles de pragas, elas podem morrer, a depender da gravidade causada pelos insetos. 

Se você não sabe quais são os mais perigosos, descubra agora os seus nomes e as plantações que eles afetam.

Quais são as principais pragas presentes nas plantações?

A lagarta-do-cartucho, o percevejo-marrom e os corós são algumas das pragas mais danosas às plantações e à saúde humana. 

Além delas, listamos a seguir outras pragas.

Confira agora as 8 pragas mais comuns que existem e as plantações onde mais se alojam! 

Lagarta do
cartucho
Percevejo marromCorósHelicoverpa armigeraMosca
branca
PulgõesLarva minadoraÁcaro rajado
SojaSojaMilhoFeijãoFeijãoSojaManjericãoAbacate
AlgodãoAlgodãoSojaSojaAlgodãoCereaisTomateAbacaxi
ArrozPastagemCereaisMilhoSojaTrigoAlgodão
MilhoMilhoCana de açúcarAlgodãoAcerola
FeijãoCaféMilho

Através da tabela, você sabe quais os tipos de pragas e onde elas tendem a afetar com frequência. 

O ácaro-rajado é um dos que mais aparece nas plantações de frutas, verduras e legumes. 

A sua disseminação acontece de maneira rápida, já que o ciclo biológico tem uma duração de apenas 21 dias, mas pode diminuir para 14.

Isso depende sempre da qualidade do clima, que em temperaturas altas favorece a aparição de vários insetos da mesma espécie. 

Nesse período, as fêmeas botam até 100 ovos e 10 por dia, um número muito elevado.

O que é o controle biológico de pragas?

O controle biológico de pragas consiste em inserir predadores naturais para atacar as pragas de uma colheita. 

Este é um dos modos mais práticos de fazer o controle de pragas, pois não polui o meio ambiente, não agride o solo e não contamina os alimentos da sua agricultura. Assim, o consumidor também fica seguro.

Entre os predadores utilizados neste processo, podemos destacar vírus, bactérias e fungos

O importante é que:

  1. Esses predadores sejam inofensivos para a plantação. Ou seja, devem atacar apenas as pragas, não a sua colheita!
  2. Os predadores sejam inimigos naturais das pragas atacadas.

A partir daí, é só liberá-los de maneira segura, que eles atacarão as pragas.

Por isso, o método biológico é uma forma prática e barata de controle de pragas [1]. Uma ótima alternativa para substituir os agrotóxicos!

Principais tecnologias e tipos de controle de pragas

Hoje em dia, existem diversas tecnologias que auxiliam o controle de pragas. Até porque esse é um dos principais problemas agrícolas.

Se você não sabe como é feito o controle de pragas através da tecnologia e nem quais são os principais, continue lendo este post.

Os tópicos abaixo te ajudarão a decidir os tipos de controle de pragas mais adequados à sua colheita.

Pesticidas agrícolas

Os pesticidas são feitos de substâncias que se responsabilizam pela eliminação de pragas, fungos e as plantas daninhas. 

Existem diferentes tipos e cada um apresenta sua eficácia e periculosidade, a depender da sua classificação toxicológica.

Conheça a seguir os 5 principais pesticidas agrícolas!

Bactericidas

O uso de bactericidas é um dos principais métodos de controle de pragas por pesticida. 

Os bactericidas eliminam as bactérias presentes em lavouras. Logo após usar o pesticida, todas as pestes bacterianas são eliminadas.

Fungicidas

O fungicida é ideal para controlar e prevenir a aparição dos fungos nas plantações, o que acontece com frequência em determinados climas. 

A temperatura e as ações climáticas propícias são favoráveis a essas formas de vida.

Inseticidas

Os inseticidas servem para eliminar os insetos e são um tipo de controle de pragas essencial a se possuir porque evita a aparição de criaturas pequenas e perigosas. 

Dessa forma, eles previnem a perda de boa parte do plantio por seu cuidado prático.

Acaricidas

Os acaricidas são substâncias responsáveis por eliminar os ácaros. 

Os ácaros aparecem geralmente nas folhas. Além disso, eles também contaminam, destroem e tendem a causar doenças. 

Herbicidas

Os herbicidas ajudam a controlar as plantas daninhas. 

É mais um dos métodos de controle de pragas que está disponível aos agricultores para impedir a aparição de determinadas plantas.

Controle químico de pragas

O controle químico de pragas consiste na aplicação de inseticidas na área do plantio

Chamamos de controle químico porque o controle é feito através de substâncias químicas — essas que chamamos casualmente de inseticidas.

São exemplos de controle químico de pragas:

  • Inseticidas;
  • Acaricidas;
  • Fungicidas;
  • Herbicidas;
  • Nematicidas;

Como já explicamos sobre os demais tipos, agora você conhecerá o nematicida, que possui uma importância tão grande quanto os demais na agricultura.

Nematicidas: ferramenta química poderosa para o controle de pragas

Os nematicidas servem para controlar os parasitas de plantas mais conhecidos como nematóides. 

Esses vermes são responsáveis por subtrair todos os nutrientes das raízes para crescer e se desenvolver.

Por isso, a ação dos nematicidas é fundamental para a saúde da colheita.

Métodos não-químicos de controle de pragas

Também existem métodos diferentes dos anteriores. 

É o caso dos feromônios. 

Os feromônios são agentes substanciais naturais. Ou seja, são muito úteis, já que atuam como comunicadores aos insetos da sua plantação.

Assim, esse controle de pragas pode te livrar das pestes e evitar que sua lavoura seja contaminada por substâncias nocivas à saúde do ser humano.

Como fazer um monitoramento de pragas eficaz?

É importante fazer o monitoramento antes de iniciar a safra. 

Assim, você consegue se antecipar sobre quais pragas podem atacar sua plantação. 

Em seguida, mapeie as tecnologias de controle de praga que cabem no seu bolso e que podem servir ao seu contexto.

Pense também nos prós e contras que apresentamos aqui.

Insumo Agrícola: a plataforma que conecta o agro brasileiro

Já sabe agora qual o melhor controle de pragas para o seu negócio? Não deixe de falar conosco em caso de dúvidas!

E se você gosta de conteúdos como esse, continue lendo o blog especializado da Insumo Agrícola.

A Insumo Agrícola viabiliza as melhores oportunidades de compras e vendas de fertilizantes, herbicidas e sementes através da conexão entre produtor, distribuidor (revenda, cooperativa, etc.) e fabricante (misturadoras e importadores). 

Conheça nossa plataforma!

Fontes do artigo

[1] https://www.embrapa.br/tema-controle-biologico 

Compartilhe esse conteúdo

Mariana Soares

Mariana

Deixe seu comentário

Materiais exclusivos

PARA VOCÊ
Agricultura 5.0: o momento é agora!
Agrotech 10 de maio de 2021

Agricultura 5.0: o momento é agora!

Agricultura 5.0 é a modalidade de produção agrícola que utiliza big data e inteligência artificial para atingir alta precisão...

LEIA MAIS