fbpx
Qual a diferença entre pecuária intensiva e extensiva?

Qual a diferença entre pecuária intensiva e extensiva?

Agronegócio no Brasil 13 de out de 2022
Gabriela
Postado por: Gabriela Luna

A pecuária é definida como uma atividade econômica do setor primário que consiste na criação de bovinos, equinos, caprinos, ovinos e suínos com o objetivo de produzir alimentos como ovo, leite e carne, ou matérias-primas, como couro, pele e lã usadas para confeccionar outros artigos.  


Ela é de extrema importância para a economia nacional e para a subsistência, e pode ser aplicada em duas modalidades: intensiva ou extensiva.

O que é pecuária extensiva?

Fonte: https://www.diariodecuiaba.com.br/ambiente/pecuaria-extensiva-no-pantanal-e-permitida-orgao-aponta-riscos/622640

A pecuária extensiva é a forma de criação tradicional, com grandes áreas de pasto e os gados livres pelo espaço. Esta modalidade representa 95% da criação de animais do país, isso pelo fato de ser uma opção que não exige grandes investimentos e é de fácil cuidado. 

Quais são as vantagens da pecuária extensiva?    

O maior benefício de fazer uso da pecuária extensiva é o nível de investimento necessário, a maior parte dos nutrientes que os gados precisam já está no pasto o que facilita muito nos custos. Apenas em algumas épocas do ano é preciso fazer a suplementação e reposição mineral, sendo assim os gastos se tornam pequenos.  

Quais são as desvantagens da pecuária extensiva?    

A principal desvantagem da pecuária extensiva é a demanda por grandes áreas para a criação de gado, o que acaba gerando um grande impacto ambiental nos terrenos e degradação de biomas nativos.

Outra questão é o monitoramento dos animais, que por ficarem espalhados pelo campo se torna uma tarefa complicada. Fazendo com que o gerenciamento da produtividade não seja exato.   

O que é pecuária intensiva? 

Fonte: https://blog.uniderp.com.br/pecuaria-extensiva-e-intensiva/

A pecuária intensiva é uma forma de criação mais recente, que ao contrário da pecuária extensiva, não precisa de grandes terrenos para ser praticada. 

A criação consiste no confinamento e semiconfinamento dos animais, assim é possível criar uma quantidade maior de animais em um espaço menor. Essa modalidade de pecuária exige uma maior tecnologia para uma criação saudável. A pecuária intensiva é marcada pelo uso de inseminação artificial, maquinários, insumos e fertilizantes.

Quais são as vantagens da pecuária intensiva?

A maior vantagem da pecuária intensiva é a produtividade extremamente alta por conta das estratégias alimentares e melhoramento genético. Por conta do espaço restrito o controle do gado se torna muito mais fácil, é possível observar o ganho de peso, rendimento, saúde do animal e como está a alimentação. Além de alcançar bons valores de taxa de lotação com o melhor ganho de peso e rentabilidade por hectare.    

Quais são as desvantagens da pecuária intensiva?    

A desvantagem notável da pecuária intensiva é o alto custo de investimento em tecnologia. Essa modalidade também exige mão de obra especializada. 

É preciso ter extrema atenção com o ambiente dos animais, afinal animais estressados têm uma produtividade menor. 

Respondemos suas dúvidas?

Aqui no Blog +Agronegócio você encontra todo tipo de informação sobre o mundo agro, venha fazer parte e confira nossos outros posts.

Compartilhe esse conteúdo

Gabriela Luna

Gabriela

Deixe seu comentário

Materiais exclusivos

PARA VOCÊ
Agricultura 5.0: o momento é agora!
Agrotech 10 de maio de 2021

Agricultura 5.0: o momento é agora!

Agricultura 5.0 é a modalidade de produção agrícola que utiliza big data e inteligência artificial para atingir alta precisão...

LEIA MAIS