fbpx
Agrotech: tudo sobre o mercado!

Agrotech: tudo sobre o mercado!

Agrotech 19 de jun de 2023
Mariana
Postado por: Mariana Soares

Se você está atento às novidades do mundo agro, já ouviu falar no agrotech. Mas você sabe o que é e como aplicar o agrotech na prática?

Nesse post você entenderá quais são as tecnologias utilizadas, o que é internet das coisas e muito mais. Confira!

O que é uma agrotech?

Uma agrotech é uma startup da área da agricultura. 

Em uma agrotech, o objetivo é criar soluções tecnológicas para facilitar e revolucionar a prática agrícola. 

Na prática, isso significa que a produtividade é automatizada de maneira prática com robôs, drones e até inteligência artificial!

Por exemplo, com a automatização, não é mais preciso percorrer toda a fazenda para avaliar a produção. Basta apenas conferir no sistema.

Você pode também descobrir o que cresceu, o que precisa melhorar no controle de pragas e quais os melhores fertilizantes para inserir no solo.

Objetivos do agrotech

O principal objetivo do agrotech é otimizar o agro com soluções de alta tecnologia, desde a criação do gado até a venda dos produtos. 

Esse tipo de controle evita que erros aconteçam durante a plantação. 

Além disso, as ferramentas podem gerar informações cruciais, como as áreas da plantação que precisam de melhorias de produtividade.

Ou seja, entender as agrotechs pode te ajudar a economizar com adubos e irrigação, além de outros recursos essenciais.

Quais são as tecnologias das agrotechs?

A Agricultura Digital cresce cada dia mais no Brasil, sendo significado de mudança, otimização e automatização. 

Confira agora algumas das melhores tecnologias das agrotechs!

Robótica agrícola

A robótica agrícola é uma das ferramentas mais inovadoras entre as agrotechs. 

Essa tecnologia conta com sensores inteligentes, robôs e luzes artificiais controlados para monitorar alimentos, controlar pragas e usar determinados pesticidas na área indicada. 

A robótica agrícola permite:

  • Mapeamento de campo;
  • Controle de ervas daninhas;
  • Coleta de dados aéreos;
  • Análise de solo;
  • Irrigação;
  • Monitoramento ambiental.

Assim, é menos tempo gasto com atividades repetitivas e mais tempo para aquelas funções da fazenda que realmente precisam de um controle humano.

Automação agrícola

A automação aumenta a produtividade, otimiza tempo, corta gastos e cria produtos de qualidade superior. 

O processo é controlado por maquinários. Ou seja, o trabalho humano fica mais prático, menos cansativo e menos danoso a todas as áreas!

Softwares

Existem softwares que possibilitam um controle prático, como a telemetria e o monitoramento em tempo real. 

Nesse caso, as respostas tendem a ser imediatas, auxiliam na produtividade e fornecem maior segurança ao longo do trabalho.

Com o auxílio simplificado de sensores, você adquire informações precisas acerca da qualidade do solo. 

Todos os dados são enviados para armazenamento em Cloud (nuvem), portanto, não são perdidos e você os checa quando for necessário estudar o solo, analisando o que deve ser melhorado ou modificado..

Inteligência artificial para agricultura

Os agroquímicos são controlados por Inteligência Artificial, onde há a praticidade de analisar o quanto deve ser usado e a quantidade correta. 

Ou seja, você evita desperdício e usa o produto apenas onde foi constatada a necessidade.

É graças à IA que se pode ter um controle maior sobre os herbicidas e os fungicidas, já que ambos apresentam sérias complicações ao meio ambiente e devem ser utilizados em poucos casos. 

É importante lembrar dos problemas que os pesticidas causam não apenas à natureza, mas ao organismo de seres vivos como os animais e as pessoas: 

“Os agrotóxicos são compostos que possuem diversas substâncias químicas ou produtos biológicos que potencializam uma ação biocida. São produtos desenvolvidos para matar, exterminar e combater as pragas agrícolas, representando assim um risco para todos os organismos vivos, podendo ser absorvidos via dérmica, inspirados pelos pulmões ou ingeridos em produtos contaminados.” [1]

Agricultura de precisão

A precisão é essencial para as agrotechs, já que diminui o gasto de dinheiro e evita o desperdício de maneira prática.

Estas são algumas ferramentas da agricultura de precisão:

  • Drones;
  • Sensores;
  • Aplicativos de gestão agrícola;
  • Precisão no uso de adubo;
  • Precisão na aplicação de insumos.

Leia também: Tecnologia Agrícola: Onde? Quando? e Por que? – Insumo Agrícola 

O que é a Internet das Coisas (IOT) aplicada à agricultura?

A Internet das Coisas (IOT) consiste em um conjunto de aparelhos que transmitem informações atualizadas sobre:

  • O funcionamento do plantio;
  • O funcionamento das regas; 
  • O funcionamento de pesticidas; 
  • A necessidade de controle ou diminuição de insumos. 

Além disso, o Internet Of Things pode atuar com sensores de meteorologia em irrigadores para descobrir o clima e a sua previsão.

Com a IoT, em vez de sentir dúvidas sobre determinada função ou prática, você saberá exatamente o que fazer. É por isso que a IoT é tão utilizada no meio do agrotech.

Quais são os benefícios do agrotech?

Conheça agora os principais benefícios do agrotech:

  • Controle da umidade;
  • Corte de gastos necessários;
  • Uso de pesticida na área necessitada;
  • Análise de pH;
  • Monitoramento.

Através de cada benefício você tem melhor controle e realiza afazeres específicos, como a leitura de relatórios e dados sobre o plantio. 

É por motivos como esses que você deve aplicar a agricultura digital no seu ofício.

Insumo agrícola é sinônimo de planejamento 

Viu como o mundo do agrotech pode ser fascinante? Se você gosta de conteúdos como esse, acesse o blog especializado da Insumo Agrícola.

A Insumo Agrícola viabiliza as melhores oportunidades de compras e vendas de fertilizantes, herbicidas e sementes através da conexão entre produtor, distribuidor (revenda, cooperativa, etc.) e fabricante (misturadoras e importadores). 

Conheça nossa plataforma!

Fontes do artigo

[1] Os riscos dos agrotóxicos para a saúde do agricultor rural | Saldanha Ferreira [Unisul] 

Compartilhe esse conteúdo

Mariana Soares

Mariana

Deixe seu comentário

Materiais exclusivos

PARA VOCÊ
Agricultura 5.0: o momento é agora!
Agrotech 10 de maio de 2021

Agricultura 5.0: o momento é agora!

Agricultura 5.0 é a modalidade de produção agrícola que utiliza big data e inteligência artificial para atingir alta precisão...

LEIA MAIS